2º dia de FEPTEF 2012

Crédito: Lili Rodrigues

Fortaleza está respirando teatro essa semana! Não só pelos espetáculos em si, mas também, pelas oficinas realizadas, a fim de se propagar o conhecimento sobre as artes cênicas. Nesse segundo dia (6), pela manhã, a segunda aula de “Linguagem Corporal”, com os membros da Troupp Pas D’Argent, na Vila das Artes. À tarde, a oficina de Jogos Teatrais foi levada para a Parquelândia.

Crédito: Lili Rodrigues

Mas, sem dúvidas, os espetáculos são as grandes estrelas do Festival. Logo de manhã, o Terminal do Antônio Bezerra virou palco para a Trupe Rebimboca de Teatro e Circo, que apresentou o espetáculo “Balaios”, composto de dois esquetes: “A Véia no Ônibus” e “Zezinho”. O público que passava pelo local, participou ativamente. A dona de casa Verônica Rodrigues contou que estava de passagem pelo terminal, quando resolveu saber o que era aquele “movimento”: “É ótimo ter essas coisas aqui no terminal, principalmente porque a gente nunca tem tempo pra nada, e assim, a gente assiste as peças enquanto espera o ônibus. Até minha filha que antes estava chorando, riu muito e gostou do Zezinho”, conta.

Taís Saraiva é atriz e diretora da Trupe Rebimboca. Para ela, o grande papel dos festivais de Teatro de Rua é o de levar o teatro para perto das pessoas: “Esse é o terceiro ano do Festival e o terceiro ano que nós nos apresentamos, e o que ele tem de melhor é levar o teatro para onde tem um grande movimento de pessoas, como é o caso aqui do Terminal. As pessoas que assistem, adoram, porque nós usamos uma linguagem bem popular e elas acabam se reconhecendo nas histórias e refletindo sobre elas!”

Crédito: Lili Rodrigues

Hoje também foi dia de estreia: pela primeira vez, o Festival Popular de Teatro de Fortaleza se apresentou no Condomínio Espiritual Uirapuru, o CEU. Lá, a Trupe Retalhos mostrou o espetáculo “Romeu e Julieta Nos Tempos de Dengue”, também com grande recepção do público. A Praça da Parquelândia e a Praça do Ferreira também receberam atores nesta tarde. Na Parquelândia, o espetáculo “A Gata Borralheira”, da Companhia Acontece animou os presentes, e no Ferreira, as 16h o Coletivo Os Pagadores levou o grande clássico adaptado para o teatro, “O Pagador de Promessas” e as 19h, os Pícaros Incorrigíveis exibiram a peça “Boteco do Seu Noel”.

Crédito: Lili Rodrigues

Fique atento para não perder nada! Confira aqui a agenda completa com as atividades desta quarta (7), terceiro dia de Festival.

Deixe uma resposta

(*) Required, Your email will not be published