De Grupo em Grupo: Movimento Teatro do Oprimido

O grupo se apresentou no II Festival Popular de Teatro de Fortaleza com o espetáculo “Rever a Volta”, na Praça José de Alencar

O Movimento do Teatro Oprimido do Ceará é um grupo de artes cênicas, baseado nas técnicas do “Teatro do Oprimido (TO)”. Ele é voltado não só para a encenação, mas também para pesquisas na área e oficinas de grupo.

O “Teatro do Oprimido (TO)” é um conjunto de atividades voltadas ao teatro, que reúnem exercícios, jogos e técnicas de encenação elaboradas pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal. Essas técnicas visam a valorização e democratização das artes cênicas e meios de produção de teatro, além de promover o acesso das camadas sociais mais desfavorecidas e a transformação da realidade dessas pessoas através da arte. Ao mesmo tempo, apresenta uma nova técnica para a preparação dos atores, com grande repercussão mundial.

Rever a Volta, espetáculo do Movimento Teatro do Oprimido do Ceará

Com as oficinas oferecidas pelo MTO-CE, os interessados têm a oportunidade de conhecer e trabalhar com essas as técnicas, em grupos formais e não formais. Nesse espaço são apresentados os fundamentos teóricos e práticos desta linguagem teatral que tem como princípio a transformação da realidade através da arte e da estética. São usados meios estéticos para expressar e compreender o mundo em que vivemos e assim criarmos alternativas para transformá-lo.

Além das oficinas, o MTO-CE também desenvolve espetáculos, como o “Rever a Volta”, apresentado na última sexta (11/11) na Praça José de Alencar, dia do encerramento do II Festival Popular de Teatro de Fortaleza.

Deixe uma resposta

(*) Required, Your email will not be published