V Festival Popular de Teatro é destaque no Diário do Nordeste e Jornal O Povo

FEPTEF DESTAQUE

Nossos espetáculos foram destaque nos jornais impressos do estado. Confiram algumas delas: 

Diário do Nordeste

Siba faz show amanhã na Praça do Ferreira

10h30 | 09.11.2014

A apresentação inaugura a temporada teatral que até o fim de novembro leva espetáculos a 11 teatros, além de praças e terminais de ônibus da Capital

O cantor e compositor recifense iniciou a carreira com o grupo Mestre Ambrósio. Atualmente, apresenta o repertório do disco solo Avante (2012)

Dois festivais de teatro abrem amanhã suas programações: o V Festival Popular de Teatro e o X Festival de Teatro de Fortaleza. Juntas, as mostras vão levar espetáculos a toda a cidade, movimentando 11 teatros da capital, além de centros culturais e espaços não convencionais, como praças e terminais de ônibus.

Arauto da programação teatral, o cantor e compositor pernambucano Siba (ex-Mestre Ambrósio) faz show gratuito nessa segunda-feira, dia 10, às 18 horas, na Praça do Ferreira. O músico é a tração da cerimônia oficial de abertura, que é feita em conjunto pelos dois festivais. No repertório, Siba apresenta canções de seu disco mais recente, “Avante” (2012), que teve produção musical do cearense Fernando Catatau (Cidadão Instigado).

“A ideia é abraçar a cidade com programação gratuita, espetáculos, seminários.  Vamos celebrar um mês de teatro, alcançando as seis regionais com uma extensa programação”, destaca Raimundo Moreira, diretor artístico da Companhia Prisma de Artes, responsável pela produção de ambas as mostras.

Festivais

A partir de segunda-feira até o dia 20, o Festival de Teatro de Fortaleza promove atividades nas sedes dos grupos de teatros, localizadas em cinco bairros da Capita:Ações de fortalecimento nas sedes dos grupos de teatro, em cinco bairros de Fortaleza: Grupo Formosura (Serrinha), Grupo Populart (José Walter), Grupo Nois de Teatro (Granja Portugal), Grupo Imagens (Monte Castelo) e Grupo Pavilhão da Magnólia (Benfica). Na terça-feira, dia 11, entre em cartaz no Estoril a exposição “Teatro e Memória”, que conta a história das 10 edições da mostra. A programação de espetáculos acontece de 21 a 29 de novembro.

Já o V Festival Popular de Teatro de Fortaleza dá início a sua programação de espetáculos já nessa segunda-feira, dia 10, com apresentação ao meio dia do espetáculo “A Isca”, do ator cearense Edivaldo Férrer, no Terminal do Antônio Bezerra; e às 15 horas, na Praça do Ferreira, com grupo goiano Cia Oops de Teatro, que apresenta “Mateus e Mateusa”. A programação completa já está disponível na página oficial do festival.

Teatro popular: a rua como cena

10.11.2014

Ocupando seis praças, cinco terminais e outros espaços, o Festival Popular movimenta a cidade até sábado

Raimundo Moreira é diretor da Cia. Prisma das Artes e idealizador do Festival Popular de Teatro

A máxima que diz “se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé” traduz a aposta que faz o Festival Popular de Teatro de Fortaleza, que, em sua quinta edição, tira espetáculos teatrais das caixas cênicas e desafia os atores e representar, literalmente, no meio do povo.

Realizado de hoje até sexta-feira, a edição deste ano acontece de maneira integrada com a realização Festival de Teatro de Fortaleza (FTF) – cuja programação segue até o dia 29 do mês. “Esse é um festival espalhado pela cidade, que democratiza o teatro em espaços abertos. Vai ao encontro das pessoas e não espera que alguém vá até ele”, destaca Raimundo Moreira, idealizador do projeto e diretor da Cia. Prisma das Artes, responsável pela realização da mostra.

O festival chega a sua quinta edição, realizando sempre no mês de novembro. O tema da mostra desse ano é “Entre atos e abraços”, o que, segundo o idealizador, traduz a relação que o festival propõe do teatro com a cidade. “O teatro abraça a cidade e seus vários públicos. É um teatro que está interferindo na cidade, levando arte às pessoas que, muitas vezes, nunca foram ao teatro”, diz.

Espetáculos

Integram a mostra 15 espetáculos de oito estados. Além dos grupos cearenses, se apresentam em Fortaleza companhias teatrais de Goiás, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Piauí, Paraíba e Rio Grande do Norte. Abrindo a programação de espetáculos, hoje, ao meio dia, o espetáculo “A Isca”, do ator cearense Edivaldo Férrer, é apresentado no Terminal do Antônio Bezerra.

O festival é dividido em mostras paralelas que acontecem diariamente em diferentes espaços da cidade. Também hoje, às 15 horas, o grupo goiano Cia. Oops de Teatro apresenta “Mateus e Mateusa” na Praça do Ferreira, como parte da programação da mostra Centro em Cena.

Além da praça, a mostra ocupa equipamentos culturais do Centro. Amanhã, ao meio dia, o grupo Teatros de Bonecos Fantochito, do Piauí, apresenta “A Flor do Mamulengo” no Teatro Carlos Camara.

A programação do dia inclui apresentações ainda às 15 horas, também no teatro, com o grupo Coisa Nostra, de Pernambuco e às 16 horas, novamente na Praça do Ferreira, com Bianca Bertalot, brasileira radicada no Reino Unido.

Bairros

O festival se espalha pelos demais bairros da cidade, em mostras organizadas paralelamente, como a Comunidade em Cena, que leva hoje, às 16 horas para a Praça do Joaquim Távora o espetáculo “Besteiras: as aventuras de um Giullare Moderno”, do Circo Godot de Teatro.

Amanhã, na mesma mostra, também às 16 horas, o Grupo Teruá, do Ceará, apresenta “Do Valoroso Amor Inalcançável”, na Praça do Farias Brito. Fazem parte, ainda, da programação, até sábado, a mostra Espaço Popular de Artes, que ocupa a praça do bairro Dias Macedo, e o Espaço Popular de Artes, também no bairro; e a mostra Terminais em Cena, em cinco terminais de ônibus da Capital.

Além do espetáculo que inicia o festival, no Terminal do Antônio Bezerra, recebem programação o terminais de Messejana – amanhã, ao meio dia, com a companhia Outro Grupo de Teatro (CE), apresentando “Comer, Querer, Ver” – terminal da Parangaba, do Papicu e do Siqueira.

Programação

Hoje, dia 10

12h – Terminal do Antônio Bezerra / “A Isca”, de Edivaldo Férrer (CE)

15h – Praça do Ferreira / “Mateus e Mateusa”, da Cia Oops de Teatro (GO)

16h – Praça do Joaquim Távora / “Besteiras”, do Circo Godot de Teatro (PE/Itália)
Terça-feira, dia 11

12h – Teatro Carlos Câmara / “A Flor do Mamulengo”, do Grupo Teatro de Bonecos Fantochito (PI) – Terminal de Messejana / “Comer, Querer, Ver”, do Outro Grupo de Teatro (CE)

16h – Praça do Ari de Sá

“A Bruxa Catifunda”, do Grupo Formosura de Teatro (CE)

Mais informações:
Festival Popular de Teatro de Fortaleza. De hoje a sexta-feira (14) em diversos espaços de Fortaleza.
Informações pelo site oficial: www.Festivalpopulardeteatro.Com

Fábio Marques
Repórter

 

ARTES INTEGRADAS

Coisa Nostra é destaque no 2º dia do V Festival Popular de Teatro de Fortaleza

11h47 | 11.11.2014

Produção artística do grupo pernambucano passeia por diferentes linguagens e plataformas

Grupo Coisa Nostra

Grupo vive na estrada e se define como uma trupe mambembe
FOTO: DIVULGAÇÃO

O grupo pernambucano Coisa Nostra será uma das atrações do segundo dia do V Festival Popular de Teatro de Fortaleza, nesta terça-feira (11). O palco da apresentação será a Praça do Ferreira, no Centro da cidade, a partir das 15h.

Apesar das artes cênicas estarem em foco com a realização do Festival, Coisa Nostra é um grupo de artes integradas que se aventura em outras plataformas e linguagens, como a música, o cinema, a Internet (através de uma websérie) e as histórias em quadrinhos.

Originário da música, o quarteto, formado por Babi Jaques, Baros, Magnivier Lasserre e Well, já esteve em Fortaleza em 2013, para uma apresentação musical. Como grupo que converge diversas artes, entretanto, é a primeira vez que pisam em solo cearense.

Com a participação perfo

rmática da artista Dani Lasserre, o grupo circula todo o Brasil com a sua arte e ainda encontra tempo para viajar pelo mundo. Devido a essa escolha de viver “na estrada”, Coisa Nostra se define como uma trupe mambembe.

A apresentação na Praça do Ferreira, a céu aberto, casa com as característica do grupo. “A gente sempre preza por ter o contato com a cidade”, afirma a artista Babi Jacques.

Segundo dia de ocupação à cidade

O V Festival Popula

r de Teatro de Fortaleza começou na última segunda-feira (10), com 3 apresentações teatrais e o show do cantor pernambucano Siba, abrindo oficialmente o evento.

Nesta terça, além do grupo Coisa Nostra, apresentam-se o Teatro de Bonecos Fantochito, no Teatro Carlos Câmara; Outro Grupo de Teatro, no Terminal da Messejana; Bianca Bertalot, também na Praça do Ferreira; Grupo Teruá, na Praça Farias Brito; e Grupo Bagaceira, no Espaço Popular e Artes.

Confira a programação desta terça:
12h – Teatro de Bonecos Fantochito (PI)
Espetáculo: “A Flor do Mamul
engo”
Local: Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454 – Centro)
12h – Outro Grupo de Teatro (CE)
Espetáculo: “Comer, Querer, Ver”
Local: Terminal da Messejana (Av. Jornalista Tomaz Coelho, 245 – Messejana)
15h – Coisa Nostra (PE)
Espetáculo: “Coisa Nostra”
Local: Praça do Ferreira (Centro)
16h – Bianca Bertalot (SP)
Espetáculo: “Cinco Coisas”
Local: Praça do Ferreira (Centro)
16h – Grupo Teuá (CE)
Espetáculo: “Do Valoroso Amor Inalcansável”
Local: Praça Farias Brito (Farias Brito)
19h30 – Grupo Bagaceira (CE)
Espetáculo: “Meire Love”
Local: Espaço P
opular de Artes (nº 41, Dias Macedo)

 

festival 2festival 4

Jornal O Povo

SAGA TEATRAL 10/11/2014

Dois festivais de teatro iniciam hoje em Fortaleza

Novembro é mês de muito teatro na capital cearense. A partir de hoje, entram em cartaz o V Festival Popular de Teatro e o X Festival de Teatro de Fortaleza

NOTÍCIA0 COMENTÁRIOS

GUTO MUNIZ/DIVULGAÇÃO

Cena de Till, a saga de um herói torto, do mineiro Grupo Galpão. Peça será apresentada na abertura da mostra de espetáculos no dia 21 de novembro

Compartilhar

Diferente de capitais como Curitiba e Rio de Janeiro, que têm eventos consagrados, a cidade de Fortaleza ainda luta para firmar um festival de teatro no calendário. Mesmo com a Lei Municipal n° 7.674 de 1995, que assegura a realização anual de Festival de Teatro em Fortaleza, artistas, produtores e público seguem com a incerteza sobre a continuidade de um evento teatral de grande porte na Cidade. A partir de hoje e até o final do mês, duas mostras se entrelaçam para buscar a institucionalização de novembro como mês do teatro.

LEIA TAMBÉM

Criado há 20 anos, o Festival de Teatro de Fortaleza chega à décima edição unindo-se ao V Festival Popular de Teatro de Fortaleza. A intenção é fortalecer a cena local e democratizar o acesso às produções cênicas. O primeiro tem programação de hoje até dia 29, e o último também é aberto hoje e acontece até o próximo dia 14.

“Este ano, os festivais acontecem ao mesmo tempo com o propósito de o teatro chegar na cidade como um todo. Somamos força”, afirma Raimundo Moreira, coordenador geral do Festival de Fortaleza, que tem como tema “Teatro e Memória”. Já o Popular traz como temática “Entre atos e abraços”, uma reflexão sobre a proximidade entre arte e público.

O Grupo Formosura de Teatro se apresenta nas duas programações. “São espetáculos esteticamente diferentes, mas que se aproximam das temáticas dos dois eventos, que falam justamente do teatro como instrumento de intervenção social”, destaca Graça Freitas, diretora da companhia. No próximo dia 12, o grupo apresenta o infantil A Bruxa Catifunda, na praça Ari de Sá, na Parquelândia. Já no dias 23 e 25, encenam Frei Tito: Vida, Paixão e Morte no Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno e no Centro Dragão do Mar, respectivamente.

 

 

 

Deixe uma resposta

(*) Required, Your email will not be published